Como proteger o meu coelho caso aconteça algo comigo?

Para a grande maioria dos tutores, seus coelhos são como membros da família.

Mas e se você precisar viajar, ficar doente ou precisar se ausentar de uma hora para outra, já pensou em quem cuidará dele? Escolhemos algumas dicas para ajudar a se planejar caso algo aconteça: ➤ Estabeleça uma pessoa de confiança que poderia se responsabilizar por ele em tempos de adversidades. Pode ser um parente, um amigo, um vizinho – só tem que estar consciente dos cuidados que precisará ter. Nem que seja alguém para uma ajuda temporária, já faz a diferença em uma emergência. Se essa pessoa tiver fácil acesso a sua casa é ainda melhor! ➤ Algumas lojas de produtos para animais (pet stores) estão se disponibilizando a cuidar dos animais de tutores caso precisem se ausentar, por exemplo, em caso de doença. Vale a pena já deixar no radar lugares como esses e se cadastrar. ➤ Deixe anotado e disponível os cuidados que você tem com seu coelho. O que ele gosta de comer, brinquedos e brincadeiras favoritas, medos, se é castrado, se gosta de ficar no colo, com que frequência escovar e cortar as unhas, se toma alguma medicação ou necessita de cuidados especiais, entre outros. Se tiver uma página online, vale a pena até postar. Tudo para garantir que ele será muito bem cuidado (se precisar)! ➤ Fazer uma poupancinha para o seu pet pode não ser uma má ideia. Pensando em custos como alimentação, veterinário e manutenção… O troco da padaria já é um começo . ➤ Hotéis para uma estada temporária ou serviços cuidadores de pets para um tempo provisório também podem ajudar até estabelecer algo mais certo.

O mais importante é refletir sobre essa possibilidade e ter um plano se for necessário. Queremos estar sempre bem e disponíveis para nossos orelhudos, mas amar é garantir o cuidado em qualquer situação!

#Cuidados

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo