Feno de capim vs Feno de alfafa

Já explicamos aqui diversas vezes a importância de fornecer feno diariamente e em grandes quantidades para nossos orelhudinhos. O feno de capim (como coast cross, tífton e timothy) é o que compõe 80% da alimentação dos coelhos e auxilia em diversas questões, como: o desgaste dos dentes, a digestão dos alimentos, nutrientes e também para evitar as temidas bolas de pelos no estômago do orelhudo.

Porém, um cuidado muito grande deve ser tomado. Muitos tutores acabam comprando o feno de alfafa ao invés do feno de capim para seu coelho, o que pode gerar grandes problemas para o animalzinho. Diferente do feno de capim – que pode ser dado em grandes quantidades e a vontade para o orelhudo -, o feno de alfafa possui alto teor de proteína e cálcio que, em excesso no organismo do coelho, pode desenvolver problemas de calculo urinário (pedra na bexiga), problemas renais e também alteração nutricional.

Alguns veterinários até recomendam feno de alfafa para coelhos filhotes (até 4 meses de idade), idosos (mais que 8 anos de idade) e coelhas gestantes ou em período de amamentação, que em tais condições necessitam de um maior teor de cálcio. Porém, a recomendação do GAC, baseando-se na opinião de nossos veterinários parceiros, seria evitar o feno de alfafa. Devemos ficar atento ao que compramos e a quantidade com qual que oferecemos determinados alimentos, pois uma alimentação inadequada pode trazer grandes problemas a esses animaizinhos e até levar a morte.

#amor #conscientização #Cuidados #alimentação #carinho

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo